sábado, 3 de julho de 2010

De quem é a culpa?

Enquanto o mundo acontece lá fora, aqui estou procurando alguém para empurrar a culpa da minha reclusão social. Na verdade essa é uma atitude cretina da minha parte, pois tenho a certeza de que a culpa disto é somente minha.

Obviamente eu não admito, aliás, quem admitiria? Todos temos o hábito de culpar um terceiro em casos deste tipo o semelhantes. Melhor ainda, temos o hábito de culpar terceiros por qualquer coisa de negativa que aconteça em nossas vida.

Se estou neste momento reclamando escrevendo em um blog a minha reclusão é porque eu, só eu devo ter feito algo de errado ou até nem posso ter feito algo de errado e sim, é simplesmente o "rumo da vida". As pessoas que conhecemos ao longo de nossas vidas seguem o "rumo da vida", claro. Cada ser tem suas prioridades. O fato de eu estar sozinho em casa não quer dizer que feito algo errado então, é isso?

Quase todos os meus amigos estarem namorando e os poucos solteiros que restaram estarem distantes não é culpa de ninguém. Ou é culpa do "rumo da vida". Eu tenho por hábito, reclamar das coisas ao meu redor.

Tempos atrás eu era solteiro, feliz, baladeiro, tinha todos os amigos solteiros e não tinha dinheiro algum para fazer nada. Então arrumei uma namorada, sem perceber me fui me afastando das pessoas (todos fazem isso e sem maldade alguma), mas eu continuava sem dinheiro. Perdi a namorada, continuei sem dinheiro e ganhei amigos solteiros. Comecei a sair mais e conhecer mais gente. Os amigos solteiros arranjaram namoradas pelas noitadas que passamos. Fiquei sozinho e comecei a ganhar dinheiro. Troca de trabalho, troca de casa, troca de carro, ganha mais dinheiro e continua solteiro e "sem amigos". São "rumos da vida". Onde sempre abrimos mão de algo ou ela, a vida, nos tira algo.

Não me faltam convites para saídas, para cervejas, convites para conhecer pessoas. Não me faltam pessoas para me relacionar de alguma forma e curiosamente tenho vontade de sair por aí badalando, tenho vontade de conhecer pessoas, mas não o faço. Por que?  Porque tenho preguiça e porque sou tímido. (a parte do tímido ninguém acredita, nunca, mas sou.)

É lógico que vou reclamar que não tenho o que fazer ou com quem sair, mas eu sei que são os "rumos da vida" e eu sei que minhas escolhas influenciaram para que as coisas chegassem nesse ponto.

E a parte que mais me desencanta é o fato de fazer 30 anos daqui exatos 3 dias e saber que tudo o que tenho feito é trabalhar. Única e exclusivamente, o que faço hoje em dia é trabalhar.

Rumos da vida.

-------------------------------------------------------------

E a nossa seleção hein, que tristeza. Mas ok, antes sair agora do que correr um risco de perder numa final ou semi-final, pelo menos eu acho.

E para mim o grande vilão da seleção não é o Dunga, como a maioria gosta de gritar por aí, o grande vilão foi o Felipe Melo. Claro, porque eu preciso por a culpa em alguém, como eu tava tentando por logo acima.



Abraço e bom fim de semana pra quem tem vida social.


PS.: Ah gente, vou mudar o layout da página denovo, afinal, sem seleção dá uma bela desanimada falar da copa.

Um comentário:

  1. acabei de ler isso aí e decidi que vou sair sozinha hoje.
    abs.

    ResponderExcluir